Pilates para melhorar o seu rendimento no Jiu Jitsu

Pilates para melhorar o seu rendimento no Jiu Jitsu

Quando pensamos em atletas de alto rendimento, neste caso o atleta de Jiu Jitsu, logo vem na cabeça indivíduos bem fortes e com uma condição física perfeita. Mas não é bem isso que vemos na prática, muito desses atletas treinam e competem geralmente com múltiplas lesões musculoesqueléticas, isso se dá por conta dos excessivos treinos em período off ou não das competições. Atletas de elite fazem de 3 a 4 treinos por dia, às vezes como uma condição física um pouco debilitada para esse montante de treinos exigidos por dia/semana.

Essa condição serve também para os praticantes (o não atleta de competição), porque se se tratando de uma modalidade de luta, aonde exige muito do corpo em relação à força e flexibilidade. Pois o Jiu Jitsu é uma modalidade aonde a luta começa em pé e se desenrola no chão, tendo principais alvos de golpes os estrangulamentos e torções articulares envolvendo muita força da musculatura e flexibilidade da mesma, que sempre pode nos trazer prejuízos ao corpo.

Se pensarmos que o atleta passa mais tempo treinando do que competindo, não seria interessante a prevenção desde os períodos treinos para que o mesmo chegue dentro das competições com o mínimo de restrições e com a performance ideal ou próxima do ideal?

Há lesões que não tem como evitar e não conseguimos remediar antes que elas ocorram, por exemplo uma queda de mal jeito ou mesmo uma torção que o atleta deixou levar ao limite do que ele provavelmente esta acostumado.

Mas aonde podemos otimizar essas mecânicas do esportes, reverter possíveis desequilíbrios musculares e melhorar a performance do atleta/praticante?

Pilates é a dica que daremos, para que melhore sua performace ou também como uma forma de prevenção de possíveis lesões. Não podemos evitar que tais lesões ocorram, mas podemos trazer boas condições para que o seu corpo não sinta tais fadigas e assim não haja riscos nos períodos pré competições.

O método do Pilates e seus princípios (contração efetiva do CORE e alinhamentos adequados) visam o equilíbrio entre a musculatura global (superficial) e a musculatura estabilizadora (profunda), principalmente o fortalecimento dessa musculatura profunda que é de suma importância para que não haja possíveis lesões. O ganho da força muscular aliado ao bom alongamento das fibras musculares é essencial para execução das posições exigidas dentro da arte suave e isso o Pilates proporciona aos praticantes do método.

Então associar os treinos específicos da modalidade junto com o método Pilates trará bons resultados nas competições, aonde daremos a prevenção nos treinos, como já foi dito acima que é o maior período de execução dos movimentos do atleta, mantendo ou tentando manter o mesmo próximo a sua condição ideal para que treine sem dores que é a principal queixa da maior parte dos atletas, dores que são resultados dos diversos desequilíbrios das cadeias musculares.

Se você gostou dessas informações e conhece alguém que pode se beneficiar compartilhe esse texto e marque essas pessoas nos comentários em nossas redes sociais.

Neto Ribeiro
WP Pilates e Fisioterapia

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu