cãimbras na gestação

Cãimbras durante a gestação. Como evitar?

Durante a gestação, diversas alterações fisiológicas acontecem e comprometem o bom funcionamento do corpo.

Uma das complicações que podem surgir nesse período é o aparecimento de câimbras.

O surgimento das câimbras na gestação é algo relativamente comum. Contudo, se for constante, é importante procurar seu médico para descartar qualquer problema circulatório mais grave.

O que são as câimbras?

As câimbras são contrações musculares involuntárias que podem durar segundos ou até minutos e ocorrem de forma repentina. Geralmente, acontecem à noite e são bastante dolorosas, interferindo na qualidade do sono, e nas atividades do dia a dia, uma vez que o local fica dolorido para caminhar e se movimentar depois de algum tempo do episódio.

Fatores que influenciam no seu aparecimento

Não há uma única explicação para o aparecimento das câimbras na gestação, porém alguns fatores podem contribuir para o seu surgimento, como por exemplo:

  • Mudanças na circulação sanguínea, que podem dificultar a boa função dos músculos, causando também edemas.
  • Excesso de atividade física, que pode ocasionar a perda de sais minerais e a fadiga muscular, contribuindo para o surgimento das câimbras.
  • Desidratação, que pode afetar o bom funcionamento dos músculos, contribuindo também para o aparecimento da câimbra.
  • Peso extra que a mulher está carregando, sobrecarregando o sistema musculoesquelético.

Como evitar?

  • Praticar atividade física de forma leve a moderada, como por exemplo, exercícios de fortalecimento musculares duas vezes por semana, alternando com exercícios aeróbicos, como caminhada ou hidroginástica e natação;
  • Fazer alongamentos diários, como o intuito de manter o bom funcionamento dos músculos, melhorar a postura e evitar sobrecargas;
  • Beber cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia, para se manter hidratada e auxiliar no bom funcionamento do corpo;
  • Ter uma alimentação saudável, rica em cálcio, potássio e magnésio;
  • Evitar o excesso de atividade física, evitando a fadiga muscular e a perda de sais minerais;
  • Manter os pés elevados quando possível na hora de descansar, para auxiliar no retorno venoso e no bom funcionamento da circulação sanguínea.

É interessante ressaltar a importância de procurar profissionais qualificados para realizar atividades físicas de forma adequada para esse período tão importante da sua vida. Além disso, converse com seu médico para ele orientar a sua liberação para realizar os exercícios.

Gostou dessas informações? 

Coloque em prática essas dicas e compartilhe com alguma mamãe que possa se beneficiar também.

Dra. Letícia Dias Pinto de Oliveira – CREFITO 3/259894-F

© 2020 Feito por Sala5 Comunicação.