Como a má postura resulta em dor no ombro?

Como a má postura resulta em dor no ombro?

Você sabia que as dores no ombro são uma das principais queixas nos consultórios médicos?

As dores nesta região do corpo interferem totalmente nas tarefas diárias como: escovar os dentes, pentear os cabelos, vestir, entre outras. Isso é muito comum porque a articulação do ombro possui uma grande mobilidade e com maus hábitos e uma postura inadequada, pode gerar uma sobrecarga nos tendões dessa região.

Uma das causas são a má postura que resulta em dor na região lateral do ombro que pode irradiar para os braços ou na escápula (atrás do ombro) que resulta em pontos de tensão nos músculos (contraturas localizadas) chamados de pontos gatilho.

 A má postura pode gerar três causas de dor no ombro:

  • Impacto e problemas na escápula;
  • Problemas na cervical como: protusões discais ou hérnias de disco;
  • Tendinite e bursite: onde sua piora leva a síndrome do impacto ou lesão do manguito rotador (conjunto de músculos que sustentam a articulação do ombro).

Dentro de um cenário pandêmico atual, a rotina da maior parte da população foi adaptada, onde o trabalho passou a ser realizado em casa (home office), e nem sempre é adequado para uma rotina de oito ou mais horas de trabalho em frente a um computador e celular e com isso, as queixas e alterações posturais aumentaram.

A coluna cervical não suporta por muito tempo uma grande flexão (olhar para baixo) e os ombros não se sustentam em longo prazo levando a uma protusão dos mesmos (ombros para frente). Isso ocorre quando os músculos profundos não estão fortes o suficiente para sustentar uma boa postura, o impacto ocorre diretamente nas estruturas resultando em uma inflamação nos tendões (tendinite).

Principais desequilíbrios musculares

As contraturas musculares contínuas (pontos gatilhos) ocorrem em nódulos musculares na região do trapézio superior, elevador das escápulas e escalenos.

Em outros músculos, ocorrem fraquezas musculares como o trapézio inferior e o serrátil anterior (costelas e lateral de tronco).

Tratamento

O tratamento baseia-se em uma melhora do alinhamento postural da cervical, torácica e cintura escapular por meio do trabalho de consciência postural e o fortalecimento dos músculos profundos que tem a função de sustentar e estabilizar essas estruturas com o Pilates, associado a uma melhora do local de trabalho adequando altura de computador, teclado, cadeira com apoio para coluna e para antebraço.

© 2021 Feito por Sala5 Comunicação.           Razão social: WP Fisioterapia e Saúde Ltda                                                                               CNPJ: 18.804.945/0001-21