Correr é prejudicial para a nossa coluna?

Correr é prejudicial para a nossa coluna?

Você com certeza já ouviu alguém falando por aí “Ah! Eu não corro porque o impacto que a corrida tem é prejudicial para as minhas costas” ou “Correr é muito lesivo pra quem tem dor lombar”.

Será que realmente correr é prejudicial para a nossa coluna e traz esses efeitos nocivos para o seu corpo?
Vou explicar de maneira simples e assim quebrar um pouco dessa ideia para todos que gostam de correr, e que por algum motivo, parou por conta de queixas dolorosas.

Correr gera impactos em todos os segmentos musculoesqueléticos do nosso corpo, assim como qualquer outra atividade física (ex: futebol, vôlei, skate e afins).

O impacto gerado pela corrida não é prejudicial para a nossa coluna e sim benéfico. Há estudos científicos que evidenciam que a prática de atividade física diminui dores nas costas, logo, correr se insere neste contexto.

O impacto que a corrida gera em nosso corpo principalmente em nossos ossos é excelente. Eles se beneficiam de cargas axiais (carga com distribuição vertical), e é nesse sentido que temos a dissipação de energia igualitária em nossos ossos e assim aumentamos a densidade óssea sem agredir o tecido. A aplicação dessa ideia é levada para a coluna, onde as vértebras se beneficiam de tais efeitos decorrentes da corrida. O que faz o impacto gerar dores e desconfortos é a má distribuição das cargas que geramos ao manter padrões de movimentos inadequados durante a corrida.

Oscilações nos planos frontal (ex: queda do quadril) e lateral (ex: aumento da curvatura lombar), são exemplos que, mantidos na sua corrida, somados ao impacto que qualquer prática esportiva tem, trarão em um certo momento algum tipo de desconforto ou até mesmo uma lesão.

Só para enfatizar, correr não é prejudicial para a sua coluna, o que gera dores em sua coluna é o movimento NÃO ideal dentro da sua execução.

Ficou com alguma dúvida sobre MOVIMENTO? Temos uma sequência de textos em nosso blog que explicam o que é o movimento ideal e como conseguimos atingi-lo. Se você gostou dessas informações e conhece alguém que pode se beneficiar compartilhe esse texto!

Dr. Neto Ribeiro – Crefito3\ 257794-F
Fisioterapeuta e Instrutor de Pilates na WP Pilates & Fisioterapia

Deixe uma resposta