Você sabe o que é CANELITE?

Você sabe o que é CANELITE?

É o nome popular que é dado para periostite medial da tíbia (inflamação óssea na canela) ou síndrome do estresse medial da tíbia. Essa inflamação pode ocorrer nos músculos e nos tendões da canela, podendo gerar fratura (por estresse, impacto). É muito comum em pessoas que praticam corrida, futebol, tênis e ciclismo.

Podemos considerar que as causas da Canelite deve ser atribuídas à alguns fatores que podem desencadear essa inflamação:
• Desequilíbrio muscular
• Hipomobilidade em algumas articulações que geram compensações durante o movimento;
• Prática de exercícios e esportes em terreno muito rápido.
• Uso de calçados inadequados;
• Fatores genéticos como pés pronados (pés com diminuição da flexibilidade com pouca estabilidade, portanto necessita de mais força para andar);

Algumas pessoas sofrem com dores da “Canelite” durante a atividade esportiva (principalmente na corrida) e muitas vezes precisam interromper o seu esporte predileto que escolheu para obter ainda mais saúde e qualidade de vida.

Pensando nisso, separei algumas dicas que pode ajudar você na prevenção e tratamento da Canelite:

1) Calçado adequado

É muito importante usar tênis adequado para a corrida flexível na parte frontal. Trocá-lo sempre que necessário, verificar a necessidade do uso de palmilha para pés pronados ou para aumentar o amortecimento.

2) Escolha e alternância do tipo de terrenos

Os terrenos rígidos como concreto são severos e aumentam impacto, evita-los e correr em outros lugares como gramados e areia batida, terra batida, esteira ergométrica ou corrida na piscina e sempre observar se há qualquer erro no treinamento para corrigi-los.

3) Desaquecimento
Não deve esquecer-se de fazer um desaquecimento após o treino, antes de alongar, como a caminhada leve, pois diminuirá o acúmulo sanguíneo (o qual contribui para inflamação nos músculos); uma sugestão é elevar as pernas por 15 minutos e molhá-las com água gelada.

4) Treino do movimento adequado da corrida
Há exercícios que previnem lesões na musculatura da tíbia e é de suma importância fazer um treino específico para evitar a canelite. O músculo da tíbia trabalha em conjunto com os músculos da panturrilha, normalmente é o último músculo que aquece durante a corrida e é o último músculo que desaquece.

 

5) Tratamento:

O Tratamento pode ser feito através do uso de anti-inflamatórios com o objetivo de controlar o processo inflamatório e a dor.
Além do trabalho importante para diminuir a dor e o processo inflamatório, se faz necessário o fortalecimento da musculatura e sua recuperação, enfatizando correções dos padrões da marcha para identificar a origem da lesão.

Outro ponto essencial são os exercícios de alongamento muscular para minimizar a sobrecarga do músculo sobre o osso, tais como a musculatura da cadeia posterior (isquiotibiais, gastrocnêmios e músculo sóleo), da cadeia anterior (tibial anterior) e o fortalecimento isométrico (exercícios sustentados) como os exercícios do método Pilates.

O Pilates é uma atividade que engloba o fortalecimento de todo o corpo, seus exercícios são realizados em sustentação (isometria) atingindo as fibras musculares mais profundas, levando ao resultado esperado para o fortalecimento dos músculos que causam a lesão no periósteo da tíbia, (canelite). Uma vez fortalecidos e alongados, esses músculos não sofrem uma sobrecarga durante as atividades de impacto, prevenindo qualquer tipo de lesão.

Se você gostou dessas informações e conhece alguém que pode se beneficiar compartilhe esse texto e marque essas pessoas nos comentários em nossas redes sociais.

Dra. Nadja Hollerbach Cardoso Ferreira – Crefito-3/121005-F
Fisioterapeuta e instrutora de Pilates na WP Pilates & Saúde

 

 

Deixe uma resposta